A FÉ QUE LIBERTA

Escrito por Obaraiyê para o Encontro dos Jovens em 2006 – Tema sugerido por Vó Luíza

O que é Libertação?
É a capacidade de vivermos em total harmonia com Deus. Em perfeita paz.
É termos a consciência de que precisamos estar no mundo, na carne, no corpo, vivenciando as coisas do mundo mas sem permitir que este mundo aprisione a nossa alma, que é livre, divina e sempre busca Deus.
Ter fé significa nos entregarmos a algo maior que nós.
É o filho que ouve a voz do pai numa janela escura que diz: salta! E ele confia e salta no escuro tendo a certeza de que o pai estará lá para ampará-lo.
Assim é a voz de Deus: SALTE!!!
Todos são chamados, porém, somente alguns confiam e saltam.
Para acionarmos a nossa fé precisamos de alguns sinais que nos são dados através das dores que o mundo nos apresenta.
Viver uma religião como a Umbanda é a chance e a oportunidade de você alimentar está fé, através do apoio incondicional dessas Luzes que nos guiam como os nossos Pretos Velhos.
Quando somos chamados a nossa primeira reação é bloquear a vivência por medo de assumirmos compromissos.
Medo e fé são incompatíveis: o mundo aprisiona, a fé liberta.
Na verdade, viver a Umbanda é trabalhar pela nossa verdadeira libertação. É ampliar os horizontes da fé.
E o que é a fé?
É a lembrança íntima de Deus em nossas vidas. A alma busca Deus e a fé é o caminho. Precisamos despertá-la para que não sejamos tragados pelas coisas do mundo.
Vivenciar a fé é nos conectarmos com Deus.
Vivenciar a Umbanda é a possibilidade de sermos livres e felizes de verdade.
Vó Luíza sempre diz: “…as correntes que aprisionavam os negros eram de ferro. Hoje suncês são acorrentados por correntes de vaidade, orgulho, egoísmo…”
A nossa religião precisa que tenhamos um propósito de transformação para que possamos nos tornar seres livres e espíritos iluminados.

Posted in: