Conhecimento e Sabedoria

Conhecimento e Sabedoria são dimensões diferentes.

Conhecimento é informação. Você pode acumular, se tornar uma pessoa extremamente culta, bem informada, mas isto não lhe dará Sabedoria. Sabedoria é experiência.

Você poderá decorar todas as escrituras do mundo, saber sobre todas as ciências, filosofias, religiões e se tornar um HD repleto de arquivos.

Não que não sejam úteis de alguma forma, mas precisa saber que isto é apenas informação.

O Tempo, Senhor da Razão e da Experiência, é o encarregado de trazer Sabedoria.

Nos tornamos sábios quando passamos por várias etapas da vida, quando nos reconhecemos humanos e aprendemos com os erros, quando conseguimos enxergar no outro o nosso espelho, quando entendo que a raiva que sinto pelo outro é a minha raiva que veio à tona, ninguém teria o poder de retirá-la de dentro de mim, senão eu mesmo.

A mente é o campo do conhecimento. O laboratório. Na mente vamos acumulando coisas, informações, conceitos, rótulos, julgamentos, verdades pessoais, enfim, vamos criando cascas como uma cebola, e encobrindo a nossa verdadeira essência.

A mente é um instrumento necessário para entendermos a vida, o mundo e seguirmos adiante. Porém, um discurso sem prática é uma fala vazia.

Podemos observar que convivemos com pessoas que dizem muitas coisas, sabem de tudo um pouco ou muito, mas não conseguem enxergar o seu próprio nariz como humanos que são. Não conseguem lidar com as suas próprias vidas, com as suas dificuldades e alegrias.

Observamos também que convivemos com pessoas de pouco estudo, mas com muita experiência de vida, muito testemunho vivo de superação de crises e dificuldades e que são extremamente sábias.

O ignorante deseja falar muito .O sábio deseja escutar muito.

O ignorante não tem paciência com o outro. O sábio ama o outro incondicionalmente.

Digo ignorante no sentido de desconhecer a prática do conhecimento e de desconhecer a complexidade da vida. Viver é um pacote completo de todas as emoções, dificuldades, alegrias e vitórias. O ignorante só quer as alegrias e vitórias.

O coração é o centro da Sabedoria.

Você sabe por meio do coração e conhece por meio da mente (cabeça).

Para adquirirmos sabedoria precisamos de uma transformação prévia e o exercício diário de como lidamos com o nosso tempo.

O que priorizamos na nossa vida? Dinheiro? Status? Prazer?

Isso é importante. Mas é essencial?

Quando aprendemos a priorizar o essencial, nos tornamos sábios nas nossas escolhas.

Pensemos sobre a prática do nosso conhecimento.

Como diz Vó Luíza: “De que adianta água limpa em balde sujo?”.

Que a Luz (Deus – Àgua Limpa) possa penetrar no nosso recipiente limpo e proceder a transformação que necessitamos para que devagar possamos adquirir Sabedoria.

Axé!

Obaraiyê

Posted in: